quarta-feira, 25 de maio de 2011

IMPERATIVO FUTURO LATINO

O latim possui imperativo futuro, isto é, um enunciado de mandado, rogo ou súplica que se deve cumprir num tempo vindouro. Forma-se este modo com as formas sufixais TO, TOTE, NTO acrescentadas ao tema do verbo:

AMATO = AMA TU, para segunda pessoa do singular.

AMATO = AME ELE, para terceira pessoa do singular. Notar a desinência comum com a segunda pessoa, em TO.

AMATOTE = AMAI VÓS, para segunda pessoa do plural.

AMANTO = AMEM ELES, para terceira pessoa do plural.

Este TO é, portanto, como visto, a característica do imperativo futuro. Sua origem é um antigo ablativo pronominal -tod, de tema em -to, que possui o significado: 'a partir deste momento'. Então, estritamente é:

AMATO = AME ELE A PARTIR DESTE MOMENTO.

Este imperativo é usado em textos legais e em contratos:

SALUS POPULI SUPREMA LEX ESTO = A SALVAÇÃO DA REPÚBLICA SEJA A LEI SUPREMA.

BOREA FLANTE, NE ARATO, SEMEN NE JACITO = SOPRANDO O BÓREAS (= VENTO DO NORTE), NÃO ARES NEM SEMEIES.

NOCTURNA SACRIFICIA NE SUNTO = NÃO HAJA SACRIFÍCIOS NOTURNOS.

Paulo Barbosa. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário