sábado, 21 de maio de 2011

QUID EST HOMO? - QUE É O HOMEM?

Um poeta lusitano, Tiago Falcão, de data ignorada, escreveu em latim os seguintes quatro versos:

Quid est homo? Prius lutum,
Statim puer, repente vir,
Cito senex, brevi cinis,
Dehinc nihil, merum nihil.

Que é o homem? Primeiro lodo,
Logo depois criança, de repente homem,
Depressa velho, em breve cinza,
Depois nada, puro nada.

Paulo Barbosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário