quarta-feira, 21 de setembro de 2011

PRIMEIRA DECLINAÇÃO LATINA

Pertencem à primeira declinação latina os nomes que possuem o tema em A. Conforme sabemos, - espero que você leitor e aluno saiba também -, tema é aquela parte invariável da palavra que traz o sentido e serve de base para a flexão, e desinência é o elemento - morfema - que se junta ao tema, à base, para, neste caso aqui, indicar os casos em que os nomes - substantivos, adjetivos, numerais e pronomes - estão.

Sendo assim: Rosa, Agricola, Serva, Columba, Vita, Nauta, Poeta, Minerva, Aquila, Ciconia, Ripa, Saggita, Flamma, Insula, Silva, Villa, Bestia, Pecunia, são nomes de temas em A e, por isso, pertencentes à primeira declinação.

O genitivo singular desta primeira declinação é constituído pela desinência -E acrescida à vogal temática A. Assim,

NOMINATIVO     Rosa = a rosa, uma rosa, rosa

GENITIVO            Rosae = da rosa

Então, no nominativo, o nome tem desinência zero, permanecendo apenas o tema, e no genitivo, ao tema acrescenta-se o morfema -E.

Os casos VOCATIVO e ABLATIVO também não possuem desinências específicas, mas permanece apenas o tema:

VOCATIVO         Rosa = ó rosa

ABLATIVO          Rosa = pela rosa, com a rosa


ROSA, então, e qualquer outro nome da primeira declinação apenas no tema, pode estar no NOMINATIVO, VOCATIVO E ABLATIVO.

ROSAE, com a desinência -E, além do genitivo, também pode ser o caso DATIVO, para rosa, à rosa.

Organizando a bagunça:

NOMINATIVO = ROSA = A ROSA

VOCATIVO = ROS= Ó ROSA

ABLATIVO = ROSA = PELA ROSA, COM A ROSA

GENITIVO = ROSAE = DA ROSA

DATIVO = ROSAE = PARA ROSA, À ROSA

ACUSATIVO = ROSAM = A ROSA 

O acusativo tem o -M como desinência, e isso em todas as cinco declinações latinas.

Somente duas desinências existem para os nomes de primeira declinação no singular: -E, para o genitivo e dativo, e -M, para o acusativo.

No plural o mesmo fenômeno ocorre, ou seja, NOMINATIVO E VOCATIVO possuem desinência -E: 

NOMINATIVO     Rosae = as rosas

VOCATIVO          Rosae = ó rosas


O DATIVO e ABLATIVO possuem -IS como desinência:


DATIVO                Rosis = às rosas, para as rosas

ABLATIVO           Rosis = pelas rosas, com as rosas   


O GENITIVO tem -RUM por desinência:

GENITIVO             Rosarum = das rosas


E o acusativo, enfim, tem -S desinencial, e em todas as declinações:

ACUSATIVO        Rosas = as rosas


Organizando:

NOMINATIVO = Rosae = as rosas

VOCATIVO = Rosae = ó rosas

DATIVO = Rosis = às rosas, para as rosas

ABLATIVO = Rosis = pelas rosas, com as rosas

GENITIVO = Rosarum = das rosas

ACUSATIVO = Rosas = as rosas

Note que somente no dativo e ablativo a vogal temática A desaparece. Tirando estes dois casos, separando as desinências, tanto do singular quanto do plural, isola-se ou chega-se ao tema.

Paulo Barbosa

Nenhum comentário:

Postar um comentário