segunda-feira, 4 de junho de 2012

A POESIA DIDÁTICA

Hesíodo
POESIA DIDÁTICA, como o nome mesmo diz, é aquela que visa a ensinar, tendo por objeto a ciência, a moral e as artes. Exemplo deste gênero são a Teogonia de Hesíodo, tratado sobre teologia pagã; as Epístolas de Horácio, e as Geórgicas de Vergílio, que ensinam a arte da agricultura.

A história da poesia didática tem suas raízes nos povos primitivos, que tinham necessidade de facilitar, pelo ritmo e pela rima, a assimilação e a conservação das verdades científicas que não podiam ser comunicadas pela escrita que ainda não tinha sido inventada.

Em fins do século XVIII e princípios do XIX d.C., decai completamente o gênero didático, e isto por não existir mais cultores seu ou, se os há, são sem inspiração e sem poesia verdadeira: apenas versificadores.

Nos séculos XIX e XX começaram a propagar que o instrumento mais adequado para dissertações científicas ou transmissão de ensinamentos era a prosa e não o verso, e se nestes séculos aparecem ainda até gramáticas em verso, são excentricidades, casos esporádicos e isolados.

Paulo Barbosa


Nenhum comentário:

Postar um comentário