quarta-feira, 1 de agosto de 2012

UM POUCO SOBRE OS DEPOENTES...

Conforme já visto aqui, Depoente é o verbo latino que possui forma passiva mas sentido ativo. Em português existe também um verbo de forma ativa com sentido passivo, a saber, o verbo apanhar no sentido de receber pancadas de alguém. Assim: Marina apanhou da mãe, o verbo tem forma ativa, mas sentido passivo, ou seja, a mãe exerce a ação que finaliza no sujeito, Marina.

Além deste verbo, muitos particípios passados, e portanto na voz passiva, há em português que têm sentido ativo:

Agradecido = que agradece

Aplicado = que se aplica

Atrevido = que se atreve

Calado = que se cala

Cansado = que se cansa

Confiado = que confia

Ousado = que ousa

Sabido = que sabe, esperto

Depoente é exatamente isso: a forma, ou seja, a conjugação é passiva enquanto o sentido ou o significado é ativo. Vejamos um exemplo em latim:

Petrus miratur puellam = Pedro admira a menina

Conforme o exemplo, o verbo depoente pode ter objeto direto, pois tem sentido ativo, enquanto o verbo na voz passiva não pode, jamais, ter objeto direto. Quando, então, encontrar um verbo na forma passiva, deve-se reparar se está construído com objeto direto. Caso esteja, certamente é depoente. Caso a dúvida persista, consulte um bom dicionário procurando se registra o verbo com a voz passiva: caso registre é sinal de que o verbo é depoente, pois nenhum dicionário traz a voz passiva dos verbos.

Paulo Barbosa


Um comentário:

  1. Que legal! Me ajudaste no trabalho da faculdade. Amei o blog :)

    ResponderExcluir