sábado, 21 de maio de 2011

O VERBO 'AGERE' E SEUS DIVERSOS SIGNIFICADOS. SUA DIFERENÇA DE 'DUCERE'


O verbo latino AGERE possui mais de 10 acepções diferentes, dependendo do contexto em que é empregado. Aqui veremos apenas quatro destas, mas antes, porém, saibamos que é deste verbo que provém ação, agir, agente, palavras de nossa língua.Vejamos:

1. A primeira e original é a de FAZER e FAZER ANDAR PARA FRENTE. O termo veio da linguagem pastoril, pois o pastor agit, leva para diante de si ou faz andar diante de si o gado. Na Eneida encontra-se o verbo a significar fazer uma nau ir adiante.

Diferença há entre agere e ducere. Agere é fazer andar diante de nós, enquanto ducere é marcharmos nós à frente para guiar, conduzir, ser o dux, o chefe.

Existiu também o agolum, cajado do pastor, com que ele fazia andar - agit - o gado. 

2. Pode também agere ser empregado em relação a pessoas e coisas.  

Empregado com pronomes pessoais significa IRA PARA, e conserva esta significação mesmo quando os pronomes estão subentendidos. Exemplos:

Quo te agis? Para onde vais?

Quo agis? Para onde vais?

Deve-se notar que do imperativo de agere, que é age, juntado à partícula dum, criou-se uma espécie de interjeição ou, segundo outros, advérbio: AGEDUM, que significa VAMOS! Na realidade, agedum é uma interjeição ou advérbio exortativo. 

O imperativo age funcionando como advérbio também foi usado junto a imperativo plural, como em AGE FACITE, VAMOS, FAZEI

3. Agere significou ainda, no teatro, REPRESENTAR, FAZER DE. Assim:

Agere partes = fazer o papel de.

Agere fabulam = representar uma comédia.

Paulo Barbosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário