segunda-feira, 30 de novembro de 2015

PALAVRÕES EM LATIM

O PALAVRÃO ou aquele grupo de palavras consideradas vulgares e desqualificadas para se usar em meio à sociedade também existia no mundo dos romanos. Vejamos alguns dos "sordidi sermones" usuais na Roma Antiga:

A) Os romanos usavam uns palavrões ou xingamentos comuns, dentre os quais destacam-se estes:

1. CRUDELIS! = cruel! insensível! desumano! tosco! mau! truculento!

2. CRUDELISSIME! = muito cruel! - Insulto empregado contra quem fez algo monstruoso, gravíssimo.

3. PERFIDE! = traidor! enganador! traiçoeiro! falso!

Entre os Romanos a fides significava a credibilidade que alguém adquiria quando cumpria de maneira correta seus compromissos. Este insulto serve para alcunhar o marido ou a esposa infiel, o que sonega a pagar um empréstimo, ao político que não cumpriu suas promessas.

B) Os palavrões latinos que aludem à falta de sensatez, que demonstram a tolice, a insânia do oponente, são:

1. AMENS! = louco! perturbado! demente! doido! alienado! desvairado! insano! - Este insulto se dirige a quem é imprudente.

2. CAUDEX! = estúpido! bruto! burro! asno! - Este palavrão se dirige ao adversário que possui uma cabeça dura, um cérebro de consistência pétrea.

3. FANATICE! = delirante! extravagante! beato! supersticioso! desatinado! - Este é dirigido a quem se fixa num sistema doutrinário qualquer defendendo-o apaixonadamente.

4. IMBECILLIS! IMBECILLE! = fraco, débil, idiota, sem noção, estulto, estúpido, abobalhado. - Empregado contra quem sofre de firmeza intelectual, contra quem possui idade mental infantil. O étimo do termo é In + baculus = sem cajado, sem cetro, para se apoiar. Daí o sentido de fraco.

5. NEQUISSIME! = velhaco! perverso! injusto! corrupto! dissoluto! torpe! imoral! libertino! desregrado/ indolente! fraco! inábil! / tratante! pícaro! maroto! ímprobo! - Usado contra vários vícios e condutas desregradas, desde as de mau pagador até às de sem-vergonha.

6. STIPES! = tolo! simplório! tonto! parvo! pateta! basbaquebabaca! disparatado! - Usado na mesma linha do caudex.

Nota: Tanto caudex quanto stipes são substantivos que têm por acepção primária "tronco de árvore, raiz de árvore, pé de árvore, árvore". Ambos, devido a esta acepção mesmo, foram usados como interjeições insultuosas para denotar a consistência lígnea - dura como a lenha, o tronco da árvore - do cérebro do adversário.

7. STULTE! / STULTISSIME! =  inepto! sem juízo! insensato! sandeu! néscio! presunçoso! ignorante! - Palavrão dirigido a quem perdeu a capacidade normal de raciocinar. 

8. STOLIDE! = sem perspicácia! estólido! estúpido! desarrazoado! irracional! impertinente! inoportuno! molesto! enfadonho! incômodo! simplório! - Insulto dirigido ao adversário que não compreende ou que possui deficiência intelectual que o impossibilita a discorrer, raciocinar, argumentar.

9. STOLO! = fátuo! sem juízo! vaidoso! presunçoso! fugaz! pretensioso! - Usado contra quem se julga melhor que os outros, superior.

Nota: Stolo é um substantivo da área de botânica que tem a acepção primária de pimpolho, renovo, broto, vergôntea, que é a plantinha nova no seu estágio inicial de desenvolvimento, possuidora de um aspecto de fragilidade, fugacidade e, até mesmo, de pretensão, em relação à planta desenvolvida. Daí sua aplicação como interjeição injuriosa.

C) Os palavrões latinos que recorrem à metáforas do mundo animal são:

1. HIRCE! fedido! fedorento! imundo! / luxurioso! carnal! lascivo! - Palavrão dirigido a quem tem cheiro ruim e a quem é dado aos desregramentos sexuais. O termo de injúria provém de hircus = bode.

2. PECUS! = bruto! asno! besta! sem capacidade! estúpido! - Usado contra quem não possui virtude intelectual para receber conhecimentos e ou fornecer argumentos. Vem de pecus = animal doméstico, gado miúdo.

3. SUS! = porco! sujo! imundo! / ignorante! estúpido! - Palavrão que denota o ser sujo e sem capacidade intelectual. Sus, em latim, é porco, porca.

4. VERVEX! = estúpido! árido! pesado! insuportável! excessivo! exagerado! incivil! grosseiro! - Empregado para o desprovido de sensibilidade, educação e bons modos. O termo vervex significa carneiro castrado.

D) Os palavrões latinos que recorrem ao mundo dos insetos e dos batráquios são:

1. BUFO! = burlesco! farsesco! grotesco! cômico! ridículo! caricato! - Empregado para quem faz traquinagens ou provoca riso. Vem de bufo = sapo.

2. CIMEX! = explorador! gigolô! rufião! proxeneta! cafetão! - Usado contra quem vive na dependência de outro. Cimex é o percevejo, parasita que se hospeda em seres humanos.

3. HIRUDO! = sanguessuga! sugador! rapinador! vampiro psíquico! - Usado contra quem extenua, suga, rouba física ou psicologicamente valores dos outros. O nome hirudo é sanguessuga, animal anelídeo que se alimenta do sangue alheio.

E) Os palavrões que censuram costumes sexuais são:

1. CINAEDE! = obsceno! torpe! desonesto! lascivo! descarado! dissoluto! impudico! - Termo injurioso usado contra quem é luxurioso, lascivo, amante de vida sexual promíscua.

2. IMPUDICE! = desonesto! descarado! impudico! torpe! imoral! impudente! desavergonhado! devasso! - Palavrão empregado contra quem é moralmente dissoluto,

3. MENTULA! = cacete! porra! caralho! caramba! - Palavrão usado para expressar surpresa, sofrimento ou insatisfação. Vem de mentula = pênis, membro viril.

4. PATHICE! = torpe! obsceno! procaz! sórdido! soez! - Tem o mesmo uso de cinaede.

5. SPADO  = infértil! eunuco! gay! mole! broxa! impotente! castrado! - Palavrão dirigido a quem não consegue ingurgitar o pênis para manter relação sexual naturalmente.

F) Os palavrões de cunho escatológico ou obsceno são:

1. CACATE!  / CACATOR! = vá cagar! (primeiro termo) / cagão, medroso, fraco. covarde.

2. CUNNUS! = desonesta! prostituta! garota de programa! meretriz! rameira! - Palavrão usado contra as mulheres que oferecem sexo em troca de pagamento.

3. FUTUE TE IPSAM! / FUTUE TE IPSUM! = vá se foder! - É um xingamento para significar dane-se, vá se danar.

4. MERDA! MERDOSE! = merda! bosta! - É uma interjeição que expressa descontentamento.

5. SORDES! = sujo! imundo! esquálido! ignorante! imundo! mesquinho! - Termo usado contra quem é despudorado e ou vive na imoralidade.

G) Os palavrões que servem para desprezar um ser adversário são:

1. PUSILLE! = fraco! tímido! micróbio! acanhado! inseguro! medroso! inibido! - Empregado contra quem não tem disponibilidade e agilidade nas ações.

2. VETULE! =  antiquado! obsoleto! arcaico! anacrônico! ultrapassado! - Usado para quem não acompanhou as tendências da modernidade.

H) Finalmente, os nomes de partes do corpo humano usados como palavrões hoje em dia são:

1. CLUNES = bunda, nádegas, rabo, traseiro, é o nome de ambas partes carnudas e esféricas que ficam acima das coxas.

2. CULUS = cu, ânus, nome do orifício final do intestino. Em latim, intestino é colon, vindo daí culus. Cu, portanto, é o intestino em sua parte terminal. Outro nome é PODEX.

3. CUNNUS = buceta, xoxota, xana, pitrica, ximbica, chavascaxavasca, conas, nome da vulva ou vagina. Daqui o cunilingua, o nome oficial do sexo oral que um homem realiza em uma mulher. Note também que um dos nomes vulgares é conas, provindo de cunnus.

4. MAMMA = peito, teta, mama, seios, úbere, nome da parte do tronco entre o pescoço e o abdome. Outros nomes são: PECTUS / SINUS.

5. MENTULA = caralho, pênis, pica, nome do órgão sexual masculino. Outros nomes latinos são: PENIS / VERETRUM VERPA. Há, também, PHALLUS, nome de origem grega.

Paulo Barbosa

Um comentário:

  1. Muito interessante a matéria! Os palavrões estão muito bem organizados! Eu publicarei isso a um comentário sórdido do grupo da UNEB, onde eu falo que os nossos palavrões já se esgotaram e que teremos de importar palavrões do latim, o alemão e do inglês!

    ResponderExcluir